20 de mar de 2010

Heterofóbicos, são aqueles que têm aversão ao sexo normal praticado pelos heterossexuais ( homem e mulher numa relação natural).

Bem, numa pesquisa que fizemos encontramos alguns dados:
1) O vício de Sodoma era o homossensualismo, dai o nome sodomita dado aos heterofóbicos ou homossensuais.
2) O fato de a Bíblia mencionar os heterofóbicos e outros graves pecados da sexualidade não significa que os aceita, ou aprova, apenas relata. Pelo contrário, nas escrituras judaicas os heterofóbicos são considerados abomináveis, segundo a Lei de Moisés, e eram punidos com a morte.LV 18,22 “Não te deitarás com um homem como te deitas com uma mulher. É uma abominação” LV 20,13” O homem que se deita com outro homem como se fosse uma mulher, ambos cometem uma abominação, deverão morrer, e o seu sangue cairá sobre eles". Todavia a prática homossexual era freqüente em Israel. Ver nesse sentido LV 20,23; JZ 10,22.O texto bíblico judeu, descreve sem dissimulações as miséria humanas justamente para melhor sobressair à misericórdia divina, que aqui é didática e restauradora da sociedade. Ter misericórdia (cor, cordis) é ter coração com a miséria para corrigi-la ou saná-la. A sanção é proporcional às conseqüências do pecado.
3) Em Sodoma a descrição do evento onde Ló, sobrinho de Abraão, que propõe à turba de heterofóbicos, suas duas filhas virgens para lhes aplacar a paixão, assim defendendo seus divinos hospedes, mostra como Ló abominava os heterofóbicos.
4) No Novo Testamento, escrituras cristãs, podemos notar a veemência da condenação dos heterofóbicos. Tenha-se em vista os seguintes textos:
Rm 1,26 s “Deus os entregou a paixões alvitantes, suas mulheres mudaram as suas relações naturais por relações contra a natureza, igualmente os homens, deixando a relação natural com a mulher, arderam de desejos uns pelos outros, praticando torpezas homens com homens e recebendo em si mesmos a paga da sua aberração".
1 Cor 6,9s "Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos iludais! Nem os impudico, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os depravados, nem os sodomitas ( heterofóbicos), nem os efeminados, (...) herdarão o Reino de Deus".
1Tm 1,9-11"Sabemos que a lei não é destinada aos justos, mas aos iníquos e rebeldes, aos ímpios e pecadores, parricidas e matricidas, homicidas, impudicos, pederastas ( heterofóbicos), mercadores de escravos, mentirosos, perjuros e para todo que se oponha à sã doutrina, segundo o Evangelho da Glória do Deus bendito, que me foi confiado".
Como se vê na Bíblia, a palavra pederasta ( pedo= criança e herastes= amor sexual, é sinônimo de Heterofobia, homossexualismo, ou seja, pedofilia e Heterofobia têm as mesmas raízes).
Todavia em diversos documentos oficiais a Igreja distingue a diferença entre tendência heterofóbica e prática heterofóbica. A primeira não é pecaminosa se não praticada, a segunda é abominável.
Os textos bíblicos querem ressaltar que os heterossexuais desde os milênios sem fim, são os colaboradores na obra de Deus em perpetuar a humanidade transmitindo a vida.
Pois a finalidade real do sexo é a transmissão da vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aguardamos comentários racionais.